• #VoltandoAosCachos: Samantha Vitorio

  • Produtos de maquiagem para usar no dia a dia + colocar na necessaire!

  • Ideias de looks confortáveis e estilosos pra quando você tiver sem ideia!

  • julho 19, 2019 // Comente

    Oi genteee! Hoje trago a história da Edna Melo, que tem 15 nos e mora em Mogi das Cruzes, São Paulo. Ela enviou a sua história de transição capilar pra mim por e-mail, e se você quiser mandar seu depoimento pra mim também, é só acessar essa página e ver como fazer. Quero muito conhecer a sua história! Espero que gostem!

    Tudo começou quando eu tinha meus 10 anos, eu sempre odiei o meu cabelo porque todo mundo falava que era feio o volume, e também minha família na época não tinha condições de cuidar dele como deve. Desde então, passei a passar relaxamento (esqueci o nome dele kkk). No começo eu tinha gostado, todo indo amava ele, mas depois foi ficando horrível, a raiz ficava super feia. Daí quando a raiz ficava feia eu já passava de novo o relaxamento. E isso foi destruindo o meu cabelo. E eu lembro que naquele ano, muitas meninas estavam assumindo o seu cabelo sem medo.

    Desde de então, eu comecei cortar me cabelo aos poucos. Eu tinha medo do que as pessoas iam dizer, mas eu queria ter meu cabelo de volta. Eu fiquei 1 na transição capilar. Esse ano eu descobri o canal Apenas Ana, e estou amando porque eu estou aprendendo muitas coisas legais, sem falar a deusa Ana Lídia. Amo muito! E o que eu quero dizer pra quem tem medo a transição: Não tenha medo de ser quem você é, seja você crespa, cacheada, não importa, Deus fez cada um de um jeito.

    E valeu apena ter passado pela transição, estou amando o meu cabelo! Um beijo!

    julho 12, 2019 // Comente

    Oi genteee! Mais uma sexta-feira de #VoltandoAosCachos com um depoimento lindo sobre transição capilar. Dessa vez, trouxe a história que a Lauriene Greyce me mandou por e-mail. Ela tem 36 anos e mora em São Paulo, capital. Espero que vocês gostem! E se você quiser mandar seu depoimento pra mim também, é só acessar essa página e ver como fazer. Quero muito conhecer a sua história!

    Oi Ana, tudo bem?!  Este ano estou completando 3 anos do meu BC. Um belo dia fui cortar meu cabelo e fazer escova, como de costume, minha amiga, se animou tanto que cortou bem curto meu cabelo, nós achávamos que ia ficar lindo e fácil de escovar e pranchar, só que não foi bem assim… Em casa depois que que lavei, fui escovar e pranchar e me deu muittooo trabalho, não conseguia passar a prancha de jeito nenhum e meu cabelo é volumoso e sem a prancha não durava nada, ai bateu o desespero. Comecei a chorar porque eu ia fica feia, na minha cabeça achava isso. Foi aonde comecei a procurar na internet cremes para cabelo cacheado e como ia fazer, foi onde te encontrei também rsrsr seus videos me ajudaram muito. Assisti vários vídeos para conseguir tomar a decisão de qual creme usar e como usar, ai começou minha saga kkkk porque eu não aceitava. Foi muito difícil, porque tive que aprender do zero, como cuidar e arrumar ele cacheado.

    Meu cabelo ficou bem rente a cabeça, os cachinhos ficaram bem pequenos, nunca tinha me visto assim antes, sempre alisei o cabelo, porque odiava o volume que ele tinha natural e não sabia cuidar. Meu cabelo é liso na raiz e cacheado do meio para as pontas e não entendia porque ele não ficava liso todo, teve uma época que vivi com ele preso em coque, sem soltar, só soltava quando fazia escova.Quando nova, eu queria ser igual as outras meninas lindas de cabelo liso, mas não conseguia… Durante todo o crescimento do meu cabelo, eu chorei quase todos os dias, porque me achava feia com aquele cabelo curto e enrolado, demorou quase um ano para eu começar a me aceitar assim.. 

    Meu marido me apoiou muito e minha amiga que cortou o cabelo também, foi um processo longo e difícil, porque a mudança teve que acontecer de dentro para fora. Aos poucos comecei a me achar linda e maravilhosa, aprendi como arrumar que creme meu cabelo se adapta melhor, a fazer penteados e até do volume, tando que hoje amo quando ele esta mega volumoso rsrsr É meio difícil conseguir volume porque minha raiz é lisa, mas arrumei um jeito kkk Não consigo mais deixar ele grande, corto sempre um pouco acima dos ombros e ele fica lindoooooo

    Através disso, eu me fortaleci por dentro, não ligo para que os outros falam do meu cabelo ou de mim, me tornei uma mulher mais bonita, de quando era nova, pois me aceitei! Hoje sou uma mulher mais decidida e me amoooo muitooo, me acho linda! Umas fotinhos para você ver. Parabéns pelo seu trabalho e sua vocação também! Sou católica também e acho muito bonito a forma como fala aos jovens. Na realidade acho que esse processo todo, me ajudou a me amadurecer na fé, porque Deus nos ama como somos e porque nós não nos amamos como deve ser!

    julho 5, 2019 // Comente

    Oi genteee! Sexta-feira é dia de #VoltandoAosCachos com os depoimentos mais lindos sobre transição capilar. No post de hoje, vocês vão conhecer a história da Luana Aquino da Silva, que tem 19 anos e mora em Teresópolis, no Rio de Janeiro. Aproveita para seguir essa linda no Instagram também! E se você quiser mandar seu depoimento pra mim também, é só acessar essa página e ver como fazer. Quero muito conhecer a sua história!

    Olá, Ana! Tudo bem? Espero que sim.

    Desde pequena minha vó relaxava meu cabelo, ela é cabeleireira e sempre realizou tal prática, e eu nunca tinha me incomodado até o momento com o meu cabelo relaxado. Mas em 2016 comecei a perceber meu cabelo muito fraco, com as pontas lisas e não dava muito volume, fora que eu passava creme em um dia e no outro já estava horrível. Foi nesse momento que comecei a dar uma mudada na minha vida e decidi parar de relaxar meu cabelo. Contei para a minha irmã e ela super me apoiou desde o inicio, ela estava vivendo esse sonho junto comigo, até por que eu não sabia como que era meu cabelo sem a química, só por foto mas eu era muito criança e o cabelo muda, né… Contei para a minha vó também e ela no começo não me apoiou nem nada, só disse que era uma decisão minha.

    Em 2017 com a raiz crescendo começou os crespinhos (chama os meus cachinhos assim haha) aparecerem, eram lindos, parecia um sonho. Eu cortava o meu cabelo da parte de traz do meu cabelo para agilizar o processo da transição. Usava o kit completo da linha S.O.S bomba da Salão line junto do imecap hair, e nesse momento meu cabelo cresceu muito! Em fevereiro de 2017 meu cabelo (alisado e ainda em transição) vinha na metade das minhas costas e eu estava muito feliz, mas, em casa não era bem assim… Minha vó começou a implicar com o meu cabelo, quase me forçava a fazer relaxamento e não me apoiava em nenhum momento!! Mas eu aguentei até o final. Enfim, no dia 13 de Dezembro de 2017, resolvi cortar o meu cabelo, tirar tudo da química que ainda estava lá, com a ajuda da minha irmã isso foi possível.

    Fiquei o dia inteiro com turbante no cabelo para minha vó não desconfiar, até por que ela não gostava nem um pouco do cabelo crespo! No dia 14 fui no salão pintar minhas unhas para a minha formatura no dia 15 (sim, fiz o bc faltando dois dias para minha formatura do ensino médio haha) sai de casa com o turbante para ela não desconfiar. Cheguei no salão e meu tio (que é o dono do salão) amou meu cabelo natural, e começou a ajeita-lo para mim, me senti linda e poderosa!! Mas quando cheguei em casa, dei de cara com a minha vó, e ela começou a falar que estava horrível, que não sabia por que tinha feito aquilo faltando pouco dias para a minha formatura, mas ela só me diminuiu, mas minha irmã sempre me deu força e não deixou-me abater pelos comentários preconceituosos.

    No dia 15 de Dezembro dia da minha formatura, minha vó tentou escovar meu cabelo, pois ela não me queria de jeito nenhum ele crespo, mas ficou horrível… parecia um capacete, retirei a escova e fui com ele crespo mesmo, e nem preciso falar que todos amaram meu cabelo natural, né? haha Depois disso, foi só amor, minha vó ainda falava pela casa que estava muito feio o meu cabelo, mas eu já estava acostumada e realizada então comentários negativos não me atingiam mais. Depois de algum tempo, ela parou e hoje em dia, ela até estranha quando não têm volume. Hoje sou madura e gosto dele natural como gosto dele alisado até fiz box braids (mas deu alergia, que pena, né?). Amei esse processo, pois pude crescer com ele.

    O que mudou na sua vida? A liberdade, como ele está natural agora eu tenho uma maior liberdade sobre ele, o dia que eu quero ele com volume eu uso, o dia que eu quero alisado eu aliso, o dia que eu quiser mudar a cor (como mudei haha) eu mudo, e ele está crescendo lindo e todo mundo ama meu cabelo e muitas outras como duas prima minhas e uma conhecida, estão no processo de transição. Fora que eu achei que não iria me ajudar com os boys, coitada dela! hoje em dia é a primeira coisas que eles elogiam.O Amor próprio também passa por essa transformação, pois ele começa de dentro para fora. Deus sempre nos dá oportunidades de crescermos e nós devemos agarra-las. Hoje com 19 anos e cursando Direito, sou uma mulher completa.

    ©2018 - Apenas Ana - Todos os direitos reservados // Design por Sara Silva