• 5 tutoriais de makes para você usar no dia a dia!

  • #VoltandoAosCachos: Maíra Pereira Gramagol

  • Dicas valiosas pra um “day after” perfeito!

  • março 2, 2019 // Comente

    Oi gente! Quando vocês lerem esse post, eu estarei no Acampamento de Carnaval da Comunidade, mas quis deixar alguns posts programados com muito carinho aqui pra vocês! <3

    Como vocês sabem, ultimamente estou tentando me dedicar mais à leitura, e graças a Deus tem dado muito certo! Nas últimas semanas eu me desafiei a tirar 30 minutos de leitura por dia, e como tem sido edificante! Parece que essa simples atitude fez o meu tempo se multiplicar, pois me mortificou para as distrações desnecessárias, e me impulsionou a fazer o que é realmente importante.

    E nesse post de hoje vou mostrar pra vocês alguns livros que já tenho em mãos, e que serão minhas próximas leituras em 2019, pra gente trocar ideias, sugerir indicações, enfim… Vamos lá?

    Me Poupe! por Nathalia Arcuri – Tô muito animada e empolgada para ler esse livro, pois acho o canal da Nathalia no YouTube muito interessante, então imaginei que seria legal eu ler o livro para aprender coisas novas sobre finanças.

    A Mágica Da Arrumação por Marie Kondo – Organização é um assunto que eu AMO, e foi aí que eu comecei a receber algumas indicações sobre a Marie Kondo. Tô curiosa pra conhecer os métodos de organização dela!

    Os 4 Temperamentos Na Educação Dos Filhos por Dr. Italo Marsili – Eu acompanho o Italo no Instagram, e tenho percebido o quanto é importante conhecer mais sobre o nosso temperamento e o temperamento do outro. O livro não serve somente para a educação dos filhos, mas para qualquer pessoa que quer saber mais sobre temperamentos.

    O Preço A Pagar Por Me Tornar Cristão por Joseph Fadelle – Quando eu ouvi uma pessoa falar desse livro, pensei: quero ler agora! É um testemunho real, de um muçulmano que conheceu a Cristo, e foi capaz de suportar tudo, perseguições e torturas de familiares e parentes, porque ele desejava receber o Batismo e o tão desejado “Pão da Vida”.

    O Milagre Da Manhã por Hal Elrod – Confesso que mesmo esse livro tendo se tornado bastante popular, nunca tive tanto interesse em lê-lo. Mas depois pensei que seria bom ler para pegar dicas de como ter uma rotina matinal mais produtiva.

    História De Uma Alma por Santa Teresinha Do Menino Jesus – Conheço partes da história de Santa Teresinha, e tenho grande admiração por ela. Mas ainda não li o seu livro com seus escritos autobiográficos. “Deus não poderia me inspirar desejos irrealizáveis, portanto, posso, apesar da minha pequenez, aspirar à santidade.”

    Assim como o livro anterior, esses dois também são da edição da Minha Biblioteca Católica, a qual tenho assinatura. Já estou lendo o Tratado Da Verdadeira Devoção À Santíssima Virgem por São Luís de Montfort e quero ler também Caminho de Perfeição por Santa Teresa D’ávila.

    E por fim, Caminho por Josemaria Escrivá. O Gabriel me deu de presente, ele é pequeninho e consigo levar facilmente pra todo lugar. O livro consiste em várias “frases” que nos levam a meditações profundas. Indico muito!

    E vocês, quais livros querem ler em 2019? Me indiquem também leituras que vocês acham que vou gostar! Um beijo, fiquem com Deus e até a próxima!

    fevereiro 27, 2019 // Comente

    Oi gente! Eu simplesmente AMO post de favoritos! (Inclusive: vão me contando aqui nos comentários quais os próximos favoritos vocês querem ver por aqui!) Hoje eu trago pra vocês os meus Favoritos De Verão, uhul! Sim, aqueles produtos mara que estão sendo indispensáveis na minha rotina de beleza nessa estação! Bora lá que eu tô doida pra compartilhar com vocês!

    Protetor solar e bronzeador não podiam faltar, né? Um protetor solar facial que tô amando usar é esse Ensolei Antiacne da Profuse, ele tem uma corzinha e não deixa a minha pele oleosa. E um protetor corporal que uso bastante é esse de Loreal que tem ação repelente: pra já dar um xô nos mosquitos que ficam todo saidinhos nesse calor, haha! E bronzeador super indico esse da Cenoura & Bronze, ele é spray então fica super prático e rápido pra aplicar.

    Mesmo no calor, não podemos deixar de hidratar a nossa pele! Mas sempre vou nos hidratantes mais levinhos, pra não ficar nada muito pegajoso ou oleoso. Um hidratante corporal mara que tô usando é esse da Jhonson’s, que é levinho e ainda dá uma luminosidade pra pele. E um hidratante facial pro calor que eu amo é esse da The Body Shop, que é em spray, tipo uma bruma bem refrescante, e tem cheirinho de coco, delícia! Também uso muito o Spray Serozinc pra ajudar no controle da oleosidade.

    Pro cabelo, eu amo a linha Maria Natureza da Salon Line, que hidrata e protege meu cabelo dos raios UV e também das agressões do cloro, vento, sal, etc. Um borrifador com água é sempre bem vindo pra dar aquela umidificada, refrescada e hidratada nos fios (principalmente no day after), e também amo usar acessórios, como flores e lenços.

    E um passo muito importante, ainda mais que a minha pele é oleosa, é a limpeza! Um sabonete facial que estou amando é o Actine da Darrow. E a minha super aliada nesse verão está sendo a LUNA mini 2, que me proporciona uma limpeza mais profunda, desobstruindo os poros, removendo os resíduos de make, poluição e células que estão nas camadas mais profundas da pele, evitando assim a oleosidade em excesso, acnes, cravos… Eu amo e não sai da minha rotina!

    Onde encontrar LUNA mini 2: https://foreo.se/7h53q1

    E é isso, gente! Qual o seu produtinho favorito nesse verão? Me conta aqui nos comentários e vamos compartilhar muitas dicas! Um super beijo, fiquem com Deus e até a próxima! 🙂

    * Post patrocinado por FOREO. <3

    fevereiro 8, 2019 // Comente

    Oi, genteee! Trouxe mais um depoimento que me mandaram por e-mail sobre transição capilar. Dessa vez, a Gabriela da Silva de Lima, que também tem um blog. <3 Ela tem 21 anos e mora em Guarulhos, São Paulo. Espero que gostem de conhecê-la! E se você quiser mandar seu depoimento pra mim também, é só acessar essa página e ver como fazer. Quero muito conhecer a sua história!

    A minha história com meu cabelo vem a partir dos meus 12 para 13 anos, com esta idade eu via muito na televisão o tipo do meu cabelo como o Antes e o liso como o Depois e foi neste momento que eu queria o meu cabelo liso. Mas não começo assim, o comercial da televisão só foi o ponto final para eu querer ter um cabelo liso antes disso teve muito coisa, uma delas foi o fato da minha mãe ter alguns problemas de saúde , entre eles o AVC (Acidente Vascular Cerebral) por causa disso e coisas a mais me mudei para a casa da minha irmã mais velha , minha mãe acamada e sem mexer uma parte do corpo como o tempo por causa da sua diabetes teve que amputar as duas pernas. A minha Mãe sempre foi a única que cuidava do meu cabelo , não que minha irmã não cuida-se mas do jeito que minha mãe cuidava nunca mais ninguém cuidou .

    Por ter tido minha Mãe cuidando do meu cabelo eu nunca me preocupei em aprender, e com o passar do tempo eu comecei a odiar o mesmo. Sempre com frizz e “armado” me fez deixa ele sempre molhado e cheio de creme, se mesmo assim ele desse algum sinal que ia armar eu o prendia bem esticadinho em um rabo de cavalo. Até que eu descobri a pranchinha, eu já tinha passado uma vez quando minha mãe estava boa, e foi o pior dia eu odiei o meu cabelo pois nem liso ele ficava baixo. Mas para a menina de 12 anos a pranchinha era a única solução para não ter mais o cabelo frizzado e sem volumoso, aprendi a passar sozinha em mim pois nenhuma cabeleireira conseguia deixar meu cabelo baixo só com a escova e a pranchinha. Passava sempre que via um pouco de volume, isso quer disser que eu passava quase todos os dias. Um episodio que vem a minha cabeça é de quando eu passava o ferro de passar roupa no cabelo, Sim! era o ferro de passar roupa, passava todos os dias antes de ir para a escola na franja para deixar ela super lisa, uma grande maluquice isso foi quando a pranchinha que tinha queimou e a única solução era esta , tinha dias que eu molhava o cabelo na parte de trás e enchia de creme e a frente onde estava a franja passava o ferro (imagine a cena).

    Bom com meus 14 anos eu fiz minha primeira progressiva lembro como se fosse ontem, estava ansiosa para “domar” meu volume e ter o liso que eu tanto sonhava por ser mais fácil de cuidar, bobinha, na primeira vez descobri que para ter o meu liso “perfeito” teria que sofrer um pouco , a raiz ardia, os olhos lacrimejavam, mas nada me fez desistir de ter o Cabelo Perfeito, por anos foi este processo de 3 em 3 mês passando o produto , o que me deixava com muita raiva era quando eu tomava banho onde minha raiz estava lisa e as pontas onduladas, algumas até cacheadas, eu queria que tudo ficasse liso em seu devido lugar.

    Com meus 19 anos me vi em situações novas, sai do meu emprego fui fazer estágio na cidade onde eu nasci (Santos-sp) e fui tentar arrumar emprego pois queria morar lá, minha mãe já tinha falecido a quase 1 ano, então fui tentar coisas novas foi aonde me dei mau, não consegui emprego, teve brigas em familia, um namoro que começo e acabou cedo, tudo me levou a voltar para minha irmã (meu porto seguro) por esta voltando eu me olhei no espelho e vi a raiz meio grande e já veio na cabeça ” Tenho que passar pelo sofrimento novamente”, mas algo estava mudado em mim eu me olhei e decidi parar de fazer algo que não me agradava e foi quando percebi que eu alisava o cabelo não só para tirar o volume, mas sim para agradar as outras pessoas minha vida sempre foi para ser aceita na sociedade e meu cabelo não foi diferente e quando decidi mudar isso me veio uma paz. Em 07 de maio de 2017 eu resolvi não passar mais progressiva ou qualquer tipo de química melhor dizendo resolvi passa pela transição. Foi meses difíceis onde tive que aprender a me virar com duas texturas, eu não me lembrava mais como era o meu cabelo e vinha a ansiedade de saber como ele é de verdade.

    No dia 23 de Dezembro de 2017 eu resolvi fazer o meu BC, tinha pensado em fazer quando completasse Um Ano de transição, mas o fato de esta ansiosa e o pensamento de começar 2018 com viva nova, pensamentos novos e cabelo novo me fez fazer o Big Chop . Passar pela transição e pelo BC foi uma das decisões mais importante da minha vida.

    Esta com o meu cabelo natural não tem preço, o fato de ir a praia sem pensa que vai estragar a química ou o simples fato de tomar um banho de chuva não tem preço. Hoje eu agradeço a Deus por te me feito deste jeitinho, não tenho mais medo das pessoas me olhando na rua por causa do cabelo, e nem penso se estou ou não agradando alguém, a única pessoal que eu tenho que agradar hoje sou eu e Deus em primeiro lugar.

    ©2018 - Apenas Ana - Todos os direitos reservados // Design por Sara Silva