• #VoltandoAosCachos: Luana Aquino da Silva

  • Instagrammers gringas super estilosas pra você se inspirar!

  • Vídeo: ROTINA VOLTANDO AOS CACHOS DEPOIS DA CHAPINHA!

  • janeiro 21, 2019 // Comente

    Muitas meninas que estão começando a transição ficam com dúvidas sobre alguns tratamentos para cuidar do cabelo. A verdade é que eles podem ser confusos mesmo, principalmente se você quer começar a fazer em casa um cronograma capilar para reparar os danos causados aos fios. Por isso, achei que valia a pena falar sobre cada um dos processos, pra tirar as suas dúvidas de uma vez por todas! Vamos lá?

    Hidratação

    O objetivo da hidratação é repor a água e a umidade dos fios, que acabamos perdendo no dia a dia com tanto sol, calor, piscina e mar, além do secador no inverno. Se o seu cabelo está ressecado e com bastante frizz, talvez ele esteja precisando de uma hidratação. O bom é que essa etapa você pode fazer mais de uma vez por semana (duas ou três vezes é ótimo!). É geralmente de hidratação que os cabelos mais precisam, especialmente no verão, e não sobrecarrega os fios!

    As máscaras hidratantes podem trazer um (ou mais) dos seguintes componentes: pantenol, glicerina, silicones, vitaminas, extrato de vegetais, plantas, frutas ou algas, babosa (aloe vera), mel e açúcares. No vídeo abaixo, tem uma receitinha bem simples de hidratação capilar e mostro como aplico no cabelo:

    Nutrição

    A etapa de nutrição também pode ser conhecida como umectação, e é responsável por repor os lipídios, ou seja, a gordura e os óleos dos fios. Esse é um processo muito importante para cacheados e crespos porque, por causa da curvatura do cabelo, os óleos dificilmente conseguem chegar às pontas. Assim, a etapa (que pode ser feita de uma a duas vezes por semana) traz mais brilho, selando a cutícula do cabelo e mantendo a hidratação, além de prevenir o aparecimento das pontas duplas.

    As máscaras nutritivas podem trazer um (ou mais) dos seguintes componentes: a maioria dos óleos vegetais (como coco, argan, macadâmia, azeite de oliva, semente de uva, linhaça etc), das manteigas vegetais (como karité, monoi, cacau, murumuru, cupuaçu, abacate etc), ceramidas ou tutano vegetal ou animal. No vídeo abaixo eu mostro como faço a minha etapa de nutrição capilar:

    Reconstrução

    Já a etapa de reconstrução existe para repor a massa e a queratina do cabelo. Esse processo procura devolver a queratina e outros aminoácidos que perdemos naturalmente ou em processos químicos, como alisamentos, colorações e descolorações que tiram toda a estrutura das fibras capilares. Então, é uma etapa importante para cabelos quebradiços e fracos, porque mantém a saúde, a força e a integridade dele, tornando-o mais forte e resistente aos danos externos. Por ser um processo mais potente, a reconstrução pode ser feita uma vez ao mês.

    As máscaras reconstrutivas podem trazer os seguintes componentes: queratina, creatina, arginina, cisteína, colágeno, proteína hidrolisada do milho, trigo etc, aminoácidos. Vem ver o vídeo que mostro como faço a minha etapa de reconstrução:

    Os vídeos que compartilhei com vocês ajudam a dar mais informações sobre cada um dos processos. Espero que tenha ajudado de alguma forma e, se tiverem mais perguntas, deixem aqui nos comentários! 🙂

    Você deve estar logado para postar um comentário.

    ©2018 - Apenas Ana - Todos os direitos reservados // Design por Sara Silva