• #VoltandoAosCachos: Ana Paula Antunes

  • O que colocar num kit básico de maquiagem?

  • #VoltandoAosCachos: Thays Regina Gonçalves da Silva

  • outubro 5, 2018 // Comente

    Oi genteee! Sexta-feira é dia da categoria Voltando Aos Cachos e hoje, trouxe o depoimento da Maraisa Silva Martins. Ela mora em Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, e enviou a sua história inspiradora pra gente conhecer. Acho que vocês vão se identificar, por isso, espero que gostem! Se quiserem continuar acompanhando, ela também tem um Instagram.E se você quiser mandar seu depoimento pra mim também, é só acessar essa página e ver como fazer. Quero muito conhecer a sua história!

     

     

    Tenho 20 anos e passei a vida inteira literalmente alisando o meu cabelo, comecei a alisar com 10 anos, pq eu e minha familia não tinhamos condições que nos permitia esbanjar dinheiro e alisando era de alguma forma mais fácil para a minha mãe cuidar. Cresci assim, sofri com algumas brincadeiras sem graça na escola mas nada que causasse algum trauma, mas eu vivia de cabelo preso, foi a infância inteira assim. Quando virei adolescente e comecei a sair aqui na minha cidade para festas e shows maioria das meninas tinham cabelo liso, então eu não podia ficar de fora né?! E assim eu fui vivendo. Sou católica apostólica romana e tive um encontro com Jesus em um retiro espiritual em 2016, ali eu renasci, muitas coisas mudaram, e algo começou a me incomodar profundamente: a prisão que o meu cabelo se transformou, e não parava por ai, comecei a namorar a distancia e eu precisava de no minimo R$ 200,00 para visitar meu namorado, e advinha só qual era o valor da escova progressiva? Isso mesmo hahah R$ 200,00, ai eu pensei ou eu namoro ou eu faço o cabelo.

     

    Até que no dia 01/08/2018 depois de 4 meses sem fazer progressiva por não ter dinheiro, resolvi fazer meu BC sem ninguém saber, so a minha mãe sabia na verdade, liguei por salão e marquei o corte, liguei para a minha mãe e perguntei o que ela achava e la me disse: Filha, cabelo cresce, vai e corta”, era tudo o que eu precisava ouvir. Fui, cortei, meu pai foi me buscar, porém eu não sabia que minha mãe havia contado a ele, quando eu olhei para o vidro do salão quem estava lá com os olhos brilhando de felicidade todo orgulhoso de mim? Meu Pai, ali eu sabia que eu tinha feito a melhor escolha da minha vida. Depois de um mês de BC eu enxerguei que era assim que Deus tinha feito desde o ventre da minha mãe, ele tinha sonhado comigo assim, Ele pensou em cada detalhe antes do ventre da minha mãe, e eu precisava assumir isso.

    O que é autoestima pra você?: Para mim autoestima é aceitar tudo aquilo que Deus sonhou para mim.

    O que mudou na sua vida depois que você? se aceitou?: Passei a me olhar com mais amor, mais cuidado, aprendi a sair da minha zona de conforto a sair do obvio, e assumir a minha verdadeira identidade diante de Deus.

    ©2018 - Apenas Ana - Todos os direitos reservados // Design por Sara Silva