dezembro 8, 2017 // 2 Comentários

Oi genteee! Hoje trouxe a histA?ria da LetA�cia Ramos de Souza, que tem 18 anos e A� de Recife, Pernambuco. Acho que vocA?s vA?o se identificar bastante com o depoimento dela. Para continuar acompanhando, A� sA? seguir seu Instagram. Espero que gostem. 🙂

E se vocA? quiser mandar seu depoimento pra mim tambA�m, A� sA?A�acessar essa pA?ginaA�e ver como fazer. Quero muito conhecer a sua histA?ria!

 

Na minha famA�lia todo mundo tem cabelo cacheado ou crespo. E adivinhem? Pelo menos 80% de todas as mulheres o alisaram. EntA?o eu cresci achando que minhas madeixas eram volumosas demais, feias demais, e minhas referA?ncias nos desenhos, nos filmes e atA� as barbies contribuiam para eu acreditar ainda mais nisso. Aos sete anos, com a justificativa de que cuidar do meu cabelo dava muito trabalho (eu nA?o deixava ele quieto, literalmente) minha avA? passou relaxamento (sim, aos 7 anos), e a partir de aA�, meus cachos foram perdendo forma.

 

 

Com uns 10 anos, minha tia tentou fazer com que eu assumisse os cachos, mas nA?o rolou muito. Eu acabava de entrar naquela fase que a gente se acha super-hiper-adolescente e super-hiper-me-importava-em-ter-o-cabelo-liso. Usei muita chapinha+relaxamento e meu cabelo foi se partindo gradativamente, o que me fez o cortar cada vez mais. Eu passava horas todos os dias na frente do espelho passando chapinha. Me julgavam por fazA?-lo, mas quando nao o fazia era criticada igualmente. No terceiro ano, quando estava me preparando para o vestibular, percebi que perdia muito tempo de estudo massacrando minha prA?pria autoestima.

 

 

Decidi parar de dar chapinha assim, sem pensar muito, nem ter os cuidados especA�ficos, apenas parei. Com o tempo descobri que essa fase tinha nome: “transiA�A?o”; comecei a pesquisar e amar cuidar do meu cabelo. 9 meses depois resolvi fazer o BC, ato que pensei que nunca teria coragem. Agora em abril vai fazer um ano que eu me libertei e foi sA? amor, mais do que cabelo, eu me empoderei como mulher negra, eu me descobri e aprendi a me amar.

obs: atA� minha mae entrou nessa onda de assumir os cachos. a�?

 

 

O que A� autoestima pra vocA?? A� conseguir reconhecer o SEU melhor. Deixar de ter como meta aquilo que dizem que A� O MELHOR.

O que mudou na sua vida depois que vocA? se aceitou? Eu simplesmente nA?o me importo mais com o que falam. Eu simplesmente escuto meu coraA�A?o e sigo as minhas vontades, literalmente sigo as minhas regras.

  1. nicolle dez 09, 2017

    Anaaaaaa! Adorei o post , me identifiquei muito porque estou es transição , e logo depois que falei para minha mãe ela resolveu entrar nessa onda e estamos juntas na batalha

©2018 - Apenas Ana - Todos os direitos reservados // Design por Sara Silva