• Minha rotina de cuidados com a pele | #AnaTodoDia 27

  • Um papo sobre cabelo curto cacheado/crespo | #AnaTodoDia 26

  • Autoaceitação: qual é o seu conflito interno? | #AnaTodoDia 25

  • junho 8, 2016 ----------- Outros Voltando Aos Cachos
    Oi gente! O vídeo de hoje é simplesmente um dos vídeos MAIS PEDIDO DOS ÚLTIMOS TEMPOS! De verdade! Acho que tudo que vocês mais me pedem eu fiz nesse vídeo! Contei pra vocês qual a ROTINA do meu cabelo, quais os produtos que uso, mostrei o corte do meu cabelo, enfim, tá super completo! Apertem o play:
    Ah, e claroooooo!! Não esqueçam de inscreverem-se no meu canal, pois quem é inscrito assiste os vídeos antes de todo mundo, em primeiríssima mão, hahaha! Sem falar que essa é a #SemanaApenasAna né, vídeo novo todo dia! 😉
    O conteúdo do vídeo:
    Como eu lavo e condiciono o meu cabelo;
    Hidratações: quais e como costumo fazer;
    Como finalizo o meu cabelo;
    Dicas de produtos;
    Sobre o meu day after;
    Como uso meu cabelo para escola;
    Como arrumo meu cabelo ao acordar;
    Como solto meu cabelo após usá-lo muito tempo preso;
    Como usar o secador pra dar volume;
    E muuuuuito mais!

    E aí meus amores, vocês gostaram? Era tudo o que vocês queriam saber? Espero que siiiiim! Um super beijo e ATÉ AMANHÃ!
    abril 29, 2016 ----------- Beleza Voltando Aos Cachos
    Hey pessoal, lembram de mim? Sou a Fran Bona, mas não aquela Fran dos cabelos gigantes, super liso e colorido. Sou essa da imagem a cima, bem diferente do que vocês estavam costumados a ver por aqui, né? Devo dizer que a explicação para tudo isso gera uma grande história, então senta que lá vem história! 
    Durante muito tempo o que me fazia feliz era meus cabelos gigantes, liso e colorido. Eu presava a “perfeição”, odiava frizz e não aceitava nenhum fiozinho fora do lugar! Nunca imaginei que um dia eu me desapegaria de minhas madeixas, até conhecer a história da Ana.
    Tudo começou quando assisti um vídeo onde a nossa Aninha contava um pouco sobre sua história capilar, no vídeo ela mostrou o bc e o resultado do corte (VÍDEO). Esse vídeo me emocionou demais, me identifiquei com muitas coisas ditas ali. Quando o vídeo acabou, comecei refletir sobre tudo o que Ana havia dito, fui em direção ao espelho, me vi com um olhar diferente… O que tem de mim nesse reflexo? Tudo o que eu pensava era que aquele cabelo liso e os olhos azuis, passavam longe de quem eu era ali por trás, foi muito difícil, até porque eu nunca havia pensado dessa forma. Nesse momento resolvi me libertar de todos os padrões que eu mesma havia feito sobre mim, e logo decidi que queria meus cachos de volta. Nunca foi uma questão de beleza, mas sim de aceitação, me aceitar como eu realmente era. 
    Assim iniciei minha transição capilar. Não digo que foi fácil, é difícil lidar com mudanças! A Transição é um momento muito complicado, só passando por essa fase para saber o quanto isso meche com nossa autoestima. É difícil lidar com duas texturas, a vontade de alisar e desistir de tudo é muito grande! O que mais me deixou balançada na transição, é que eu sabia que meu cabelo não estava tão legal no momento, e sempre vinha alguém me lembrar de como meu cabelo era lindo liso. Me diziam para voltar com o liso, mas eu resisti e persisti, fiquei o máximo que consegui longe de todos os objetos de calor para os cabelos. 
    No
    início a ideia era retirar a parte lisa quando meus cabelos estivessem mais ou
    menos na altura do ombro. Então, fiz várias texturizações para tentar igualar
    as texturas, isso por mais ou menos quatro meses. Até que chegou um dia que
    cansei das duas texturas e não queria mais fazer texturização, a única saída
    seria o bc, oh meu Deus, nunca me imaginei de cabelo curtinho, muito menos
    cacheado. Confesso que chorei litros antes de tomar essa decisão, vi vários
    vídeos de bc no youtube, procurei várias cacheadas coloridas, até que me deu a
    louca e resolvi cortar somente a parte de baixo do cabelo para ver como era a
    forma de meus cachos (eu não me lembrava da definição deles). Logo de cara me
    apaixonei por meus cachinhos, a vontade de cortar ficou ainda maior! No dia
    seguinte fui ao salão com minha mãe, nós duas cortamos os cabelos.

    O primeiro corte foi um pouquinho a cima do ombro, não retirei toda a parte lisa. Portanto ainda não estava satisfeita, queria me livrar de uma vez do liso! Passou-se uma semana, fiz meu bc. 
    O bc foi a melhor coisa que fiz na minha
    vida, a sensação de liberdade é inexplicável! Fico pensando o por que demorei
    tanto para retirar o liso, estou me sentindo maravilhosa. A transição foi
    sofrida sim, mas consegui chegar onde queria, me sinto ótima! O mais incrível é
    que essa metamorfose não aconteceu somente nos meus cabelos, mas sim no meu
    ser, o antigo está diferente, está novo! Eu me libertei, mudei meu jeito de
    vestir, falar, e até mesmo pensar. Por isso digo que não é somente uma questão
    de beleza, mas sim de personalidade!
    Se você está pensando em desistir da sua
    transição capilar, pense mais a respeito! Será que desistir é o melhor a fazer?
    Eu sei que é difícil, que muitas pessoas não entendem sua decisão e acabam te
    criticando. Mas saiba que depois do seu bc, essas mesmas pessoas muito
    provavelmente serão as primeiras a dizer que seu cabelo está maravilhoso! Ao
    meu ver, a aprovação das pessoas não tem muita importância, o que realmente
    importa é como você vai se sentir. Então garota, siga seu coração, faça o que é
    melhor para você, pois só você sabe o que te faz feliz. 
    Não importa o que fizeram com você, o que
    importa é o que você fez com aquilo que fizeram com você.”
    Jean Paul Sartre
    _________________________________
    Vocês podem me encontrar em minhas redes sociais:
    agosto 13, 2014 ----------- Vídeos Voltando Aos Cachos

    Gente, sinceramente, não sei nem o quê escrever nesse post! É tanta alegria que não cabe dentro de mim. Cheguei ao fim da luta, fiz meu BC! Na minha opinião, esse é o vídeo mais especial do canal :’)

    Não vou falar muito, só quero que vocês assistam esse vídeo:
    Muita gente tava perguntando “Fez seu bc com quantos meses de transição?” e como eu falei no vídeo, foram com uns 6 meses!
    Ah, se você não sabe o que é BC – big chop, assista esse vídeo.
    Antes e depois do corte!
    Instagram: @analidialopess
    Bom gente, é isso. Como vocês viram, nem falei muita coisa nesse post por que o vídeo já disse TUDO! Mas e aí, quem também tá em transição? Quem também já fez seu BC? Quem aí tá louca pra cortar? Me contem tudo nos comentários! ♥
    julho 1, 2014 ----------- Beleza Voltando Aos Cachos
    Hoje mais cedo, após lavar o cabelo fiquei encarando meu reflexo por um tempão no espelho. Tava afim de mudar alguma coisa em mim. Já não suportava mais olhar para essas pontas alisadas e ter que ficar amassando elas todos os dias até elas cachearem um pouco. Peguei uma tesoura, joguei meu cabelo pra frente e pá: cortei. Depois fui cortando mais, e mais, e mais um pouco. Até ficar do jeito que tá agora.
    Eu cortei muito porém nas fotos não dá pra perceber direito. Eu saí cortando várias pontas alisadas que eu ia vendo. Chegou um momento que eu até fiquei com um pouco de medo de aleijar o meu cabelo. Cortei meu cabelo com as mãos tremendo, mas confesso que depois que ele secou um pouco eu gostei do resultado. E até agora tô gostando.
    Uma coisa que eu quero que fique bem claro é que eu ainda não fiz o meu BC “oficial”. Pra quem não sabe, BC é a abreviação de Big Chop, que em português significa Grande Corte. BC é o corte que você faz pra retirar toda a química do seu cabelo até ficar 100% natural. Eu ainda não tô 100% natural, mas acho que tô 100% feliz com esse corte! Haha. Vocês acreditam que eu nem precisei ficar amassando durante alguns minutos pra ele ficar cacheado? Agora tá muito mais fácil de cuidar!
    Eu sei que vocês devem estar se perguntando: “Por que tem tanto cabelo no chão naquela foto lá em cima e o cabelo nem tá tão curto assim em comparação a antes?”. Bom, nessas fotos realmente não dá pra ver direito, pessoalmente meu cabelo tá bem curtinho sim, viu? Mas também eu fiz foi cortar assim: não tirei muito do comprimento por baixo do cabelo, já que ele tava quase 100% natural em baixo. Eu fiz foi cortar mais por cima, ir repicando, tirando mechas que estavam bem alisadas. Fiz um corte bagunçado mas que no fim acho que deu certo!
    Podem dizer que eu sou louca, que não devia ter cortado, que tava melhor antes e mais um monte de coisas que tô acostumada a ouvir sempre que faço algo diferente no meu cabelo. Mas o que importa é que eu gostei dele assim. Tá bem mais fácil pra mim cuidar e como você sabem, eu adoro praticidade. Não gosto de nada que me incomoda.
    Cabelo cresce! E outra, sei que tem aquela galera que fala: nossa, desse jeito seu cabelo nunca vai ficar grande, você sempre vai lá e corta. Meu amigo, se eu quisesse cabelo grande eu não teria cortado! Que ignorância das pessoas acharem que todo mundo tem que ter cabelo batendo lá na bunda. Prefiro muito mais ter um cabelo curto, saudável, cheio de cachinhos, do que ter um cabelo comprido e mal cuidado, cheio de partes esticadas e estragadas.
    Agora falta pouquinho pra minha transição acabar. Acho que até o fim do ano eu consigo chegar ao fim dessa luta. Bem que eu disse nesse vídeo que eu não ia conseguir ficar sem cortar o cabelo até o meu big chop oficial! haha
    Agora leiam:
    “Quantas vezes você disse algo pro seu amigo que o magoou? Quantas brigas com o namorado? Quantas discussões com os pais? Mas com isso a gente não tem apego, a gente se apega ao cabelo, à unha, ao bronzeado, ao “peso ideal”. A diferença é que essas coisas a gente pode recuperar, mas o sentimento não tem cola. Não existe uma fabriquinha desses sentimentos dentro das pessoas que amamos. Quando você decepciona, decepciona pra valer.
    Parece que pra gente tem sido mais fácil passar a tesoura na amizade do que no cabelo. O cabelo cresce, se rejuvenesce e vai crescer ainda mais saudável. Cortar o cabelo faz bem, deixa ele brilhoso e com vida. Cortar a amizade é como jogar veneno: ela vai morrendo, morrendo, morrendo, até que ela evapora de uma vez. E aí rola aqueles momentos de ‘O que foi que eu fiz? Tudo parecia tão bem…’. Tudo parecia bem pra você, que estava passando a tesoura. E quem lidou com as suas grosserias, com as pisadas na bola, com o descaso que você teve? Você esqueceu de cultivar a amizade e agora ela murchou.
    Exercite o desapego nas coisas que se renovam, e cultive o que é único. Não o contrário!”
    Como você teve coragem? Por: Luisa Clasen
    Apenas Ana (C) 2017 DESIGN POR SARA SILVA