• Decorando o quarto com araras de roupa

  • Eu me comparo com outras pessoas?

  • #VoltandoAosCachos: Eduarda Ranielle

  • outubro 6, 2017 ----------- Voltando Aos Cachos

    Nessa sexta-feira, vocês vão conhecer a história da Karina da Silva Soares. Ela tem 17 anos e é do Ceará, de Guaraciaba do Norte. Ela compartilhou com a gente um pouco da sua história de vida e do seu processo de transição capilar. Você pode acompanhá-la pelo Instagram @CantodaKah. <3

     

     

    Tudo começou quando eu estava em oração com minha acompanhadora espiritual e o Senhor falou que estava realizando uma cura especial na minha história, no meu íntimo. Desde então, eu fui começando a mudar, de uma forma mais que natural, sem ao menos que eu me desse conta que aquele plano de Deus pra mim estava se externando. Minha transição durou menos de um ano, mas de início eu não sabia nem como pentear meu cabelo cacheado como estava, foi então que eu comecei a conhecer você, Ana e de cara me apaixonei (não largo mais kkk). 

     

     

    Só depois que meu cabelo realmente voltou ao natural eu me dei conta que o alisamento havia sido uma fuga de mim mesma e de acontecimentos traumáticos há alguns anos, como a separação dos meus pais e o abuso sexual. Na minha história não pode faltar Ana Lídia, porque você é um instrumento de Deus, que Ele se utilizou pra me moldar conforme Sua vontade. Encontrei em você, Nalídia, uma amiga de verdade que me ajuda a levantar, me olhar no espelho, amar a semelhança de Deus que sou eu! Muito obrigada!

     

     

    O que é autoestima pra você? É estar bem comigo mesma a ponto de transbordar e contagiar. É quando o interior se equilibra com o exterior.

    O que mudou na sua vida depois que você se aceitou? A coragem chegou, a segurança também e o entendimento de que eu devo me amar primeiro, porque eu não aceitarei menos do que eu considerar que “mereço”. Sou convencida de que sou semelhança de Deus!

     

    E se você quiser mandar seu depoimento pra mim também, é só acessar essa página e ver como fazer. Quero muito conhecer a sua história!

    setembro 29, 2017 ----------- Voltando Aos Cachos

    Sexta-feira é dia do depoimento de vocês aqui no blog! Hoje eu trouxe a história linda e corajosa da Roberta Victorino! A Roberta tem 28 anos e mora no Rio de Janeiro e foi ela mesma quem fez seu BC, acreditam? 😀 O post tá cheio de motivação e fotos de uma transição incrível que mudou o modo como a Roberta se vê. Espero que gostem tanto quanto eu! <3

     

     

     

    Bom, pra começar eu sempre tive cabelo muito volumoso desde quando era criança e sempre usei química no cabelo já desde bem nova, porque era um jeito de “disfarçar” aquele volume. Quando então entrei na adolescência além de usar relaxamento nos cabelos, comecei a fazer progressiva porque por mais que relaxasse meu cabelo eu nunca ficava satisfeita com ele. Sempre achava que estava cheio, que era enrolado demais na raiz, que estava armado. Enfim, o tempo foi passando e comecei a ficar cada vez mais escrava de químicas no meu cabelo, sempre alisando, escovando, pranchando, passava horas arrumando meu cabelo, tudo porque queria que meu cabelo ficasse perfeito. Gastava um absurdo só para que ele ficasse do jeito que eu queria, e assim foram anos alisando o cabelo, às vezes chegava ficar chateada quando meu cabelo não ficava do jeito que eu queria e me perguntava porque não tinha nascido de cabelo liso igual a todo mundo, rs, e isso às vezes me incomodava bastante.

     

     

    Um certo dia estava vendo uns vídeos no youtube a por acaso conheci o canal da Ana Lídia Lopes e assisti um vídeo dela fazendo o BC. Não sei por que mas fiquei muito impressionada ao assistir e conhecer sua história e ver tudo que passou. A partir daí começaram a vir vários questionamentos na minha cabeça, porque eu estava passando por um momento em que não sabia o que fazer com meu cabelo, pois estava enjoada de alisar, mas ao mesmo tempo não sabia se eu queria isso mesmo ou se eu deixava ele ficar cacheado. Então comecei a lembrar de tudo que ela havia dito, e é como se tivesse aberto minha mente. Depois disso comecei a me sentir mais encorajada, lembro que nesse mesmo dia decidi passar pela transição, mas acho que nem cheguei a passar pela transição porque fui fazer logo o BC direto. Lembro que eu mesma peguei a tesoura e comecei a cortar sozinha meu cabelo até ficar bem baixinho.

     

     

    Foi uma experiência bem estimulante e libertadora pra mim. Lembro que fiz meu bc no dia 23 de outubro de 2015, no início estranhei um pouco pois meu cabelo estava muito curto e foi um choque pra todos que me conheciam pois ninguém esperava por isso. Mas depois só tive comentários positivos, muitas amigas me deram força, super elogiaram minha atitude, até mesmo minha família me deu força, depois disso comecei a cuidar mais do meu cabelo e me dedicar mais a ele. Comecei a me sentir mais auto confiante com minha aparência e até mesmo servir de inspiração para algumas pessoas. É até engraçado pois sempre me param na rua para perguntar do meu cabelo e elogiar que é algo que nunca tinha me acontecido antes, mas é legal receber elogios pois melhora sua autoestima e bom saber que você pode inspirar outras pessoas e fazer a diferença e o mais importante é você se aceitar do jeito que você é.

     

     

    O que é autoestima pra você? A autoestima na verdade é você se sentir bem jeito que você é, não só por fora mas por dentro também, senão do que adianta você estar bem exteriormente, se no seu interior você não demonstra o mesmo. O seu interior e o seu exterior precisam caminhar juntos e estar em harmonia, temos que aprender a ser felizes com a nossa aparência e a se aceitar exatamente do jeito que somos. É claro que as vezes não estamos nós nossos melhores dias, mas não podemos deixar nos abater, a autoestima tem a haver com aceitação, amor próprio que é tudo que precisamos estar sempre cultivando dentro de nós.

     

    O que mudou na sua vida depois que você se aceitou? A partir do momento em que me aceitei, comecei a ver as coisas de uma forma diferente. Eu antes era insegura em relação a minha aparência, mas agora eu penso que eu não preciso ser igual  a ninguém para me sentir melhor pois sou maravilhosa do jeito que sou, pois sou única e autêntica. Se Deus me fez assim é porque ele tinha um motivo especial e com isso passei a ser mais segura com relação a minha aparência.

    E se você quiser mandar seu depoimento pra mim também, é só acessar essa página e ver como fazer. Quero muito conhecer a sua história!
    setembro 22, 2017 ----------- Voltando Aos Cachos

    Em 2014, eu decidi começar meu processo de transição capilar. Quem me lê pelo blog e me vê pelo Youtube acompanhou toda a história, um projeto chamado #voltandoaoscachos (que hoje passou 160.000 compartilhamentos no Instagram!).

    Eu sempre quis trazer histórias de outras meninas aqui e, por isso, hoje é um dia muito especial: esse é o primeiro de muitos posts com as aventuras de vocês nesse processo de reencontro com o próprio cabelo. São histórias lindas de garotas que começaram a se amar mais no momento que se redescobriram. Nosso cabelo é mesmo muito poderoso!

    Hoje, selecionei o e-mail da Fernanda Souza, de 21 anos e que mora em Canoas, no Rio Grande do Sul. Espero que vocês gostem e que fiquem tão felizes com o depoimento dela quanto eu fiquei! Que mudança incrível! <3

     

     

    Como todas as cacheadas, sofri muito na infância e na adolescência por causa dos meus cabelos. Me chamavam de bombril, cabelo sujo, embaraçado, duro e achava isso MUITO errado, achava errado ter cabelo crespo, achava errado o volume e não me sentia bem em nenhum aspecto, tudo culpa do meu cabelo.

    TODAS minhas amigas tinham cabelo liso e quem tinha mais condições de ‘tacar’ a definitiva era a bombada. Nunca tive condições pra isso, por isso nunca passei química nenhuma, apenas chapinha. É curiosa isso, pois na verdade passei por uma transição totalmente diferente do que vejo. Meu cabelo sempre foi crespo, mas não tinha vida, não tinha amor.

    Comecei a olhar videos no Youtube e pesquisar, por exemplo: “Como arrumar cabelo crespo sem molhar pela manhã?” Pois odiava ter que sair com o cabelo molhado, até porque achava que era só assim pra ele se ajeitar de novo. Achei alguns canais de cacheadas que me inspiraram muito. A primeira foi a Camila Santana, pois tinha o cabelo parecido com o meu.

     

     

    Meu processo foi: 

    – Tirar a divisão certinha no meio da cabeça, vamos dividir mais pro lado.
    – Ele não estar tão definido nem é tão ruim. Penteados lindos nas cacheadas, aprendi vários.
    – A moral mesmo é sem divisão nenhuma, tira isso.
    – PENTE GARFO!!!
    – Ana Lídia disse pra não ter medo do volume, não tenha. 

    E aos poucos eu me descobri, dei vida, cuidei, valorizei e simplesmente ME AMEI.

    O que é autoestima pra você? Valorizar o que você tem, se libertar.

    O que mudou na sua vida depois que você se aceitou? Minha personalidade hoje é muito mais forte. Eu vejo a vida com outros olhos e isso, consequentemente, muda tudo. Não tenho medo de ousar, usar e abusar do que gosto e vejo as pessoas com outros olhos tbm. Tenho muito mais amor no ♥.

     

     

    E se você quiser mandar seu depoimento pra mim também, é só acessar essa página e ver como fazer. Tô doida pra conhecer a sua história!

    setembro 22, 2017 ----------- Beleza Voltando Aos Cachos

    Oi genteeeee!! No vídeo de hoje vou mostrar pra vocês como cachear e dar forma aos cabelos ondulados. Essa menina linda do vídeo é a Amanda e ela deu várias dicas e truques para finalizar seu cabelo, bora conferir? E não se esqueçam de clicar em gostei, se inscreverem no canal e me contarem o que acharam! Beijos e fiquem com Deus ♥

    Apenas Ana (C) 2017 DESIGN POR SARA SILVA