• #VoltandoAosCachos: Thamíris Gerardi

  • 8 jeitos incríveis de usar calça jeans no friozinho

  • Meus favoritos de inverno: pele, cabelo, roupas, velas… enfim!

  • junho 22, 2018 // Comente

    Oi genteee! Sexta-feira é dia de #VoltandoAosCachos, por isso, trouxe mais um depoimento e uma transformação linda que recebi por e-mail. Hoje, vocês vão conhecer a Thaís Andrade, que tem 21 anos e mora em Lafaiete, Minas Gerais. Espero que gostem! E se você quiser mandar seu texto pra mim também, é só acessar essa página e ver como fazer. Quero muito conhecer a sua história!

     

    O seu cabelo pode Não mudar quem você é? Mas afinal, quem você é? Eu sou quem Ele diz que eu sou. E o que ele diz que eu sou? Escandalosamente AMADA. Entender isso e me permitir conhecer esse amor me fez ser curada de conflitos internos que eu mesma os desconhecia. A transição capilar foi só o externo de uma mudança interna, e foi com certeza um dos maiores presentes e carinhos que concedi a mim mesma.

     

     

    Após 7 anos de alisamentos químicos e 2 anos e alguns meses de transição, consigo entender que eu não sou o meu cabelo, mas que ele fala por mim. Ao calá-lo, deixei que falassem por ele: “Cabelo Ruim” “Não penteou cabelo hoje?” “Volumoso demais” “Sorte que existe progressiva” “Já pensou em alisar?”…  Normal? Sim. Aceitável? Jamais.

    De fato, alguma coisa está errada e precisa mudar, hoje tenho a plena certeza que não, essa “coisa” não é o meu cabelo. (Nunca foi!) Faça mudanças por você! Esqueça os outros. Não há nada de errado em fazer chapinha às vezes, ou até mesmo alisar. A questão é: a vontade é realmente sua? ou tudo foi tão automático que você não parou nem para pensar? (Ele não erra, você é linda!)

     

     

    O que é autoestima para você? Permitir se conhecer e aprender a amar o que você descobriu.

    O que mudou na sua vida depois que você se aceitou? Passei a me olhar com olhos de amor, e assim, olhar o mundo com olhos de amor.

    ©2018 - Apenas Ana - Todos os direitos reservados // Design por Sara Silva