• #VoltandoAosCachos: Ana Rita Pardim

  • Como decorar seu quarto com plantinhas

  • #VoltandoAosCachos: Nádia Ribeiro

  • maio 25, 2018 // Comente

    Oi genteee! Trouxe pra vocês mais uma história de #VoltandoAosCachos que recebi por e-mail. Hoje, a Ana Cecília Gomes, que tem 17 anos e mora em Brasília, compartilhou com a gente o depoimento do seu processo. Espero que vocês gostem. 🙂 E se você quiser mandar seu texto pra mim também, é só acessar essa página e ver como fazer. Quero muito conhecer a sua história!

     

    Bom, eu comecei a alisar meu cabelo desde muito nova, quando eu ainda morava em Unai (eu sou de Unai). Meu sonho era ter o cabelo liso e comprido, e na primeira vez que alisei, eu me senti kkkk. Desde então eu só alisava meu cabelo, vivia com ele escovado… com 11/12 anos eu fiz relaxamento em um salão, que ACABOU totalmente com meu cabelo, detonou mesmo, só caia por causa do produto que não deu certo, só quebrava… daí eu parei de alisar e ele começou a dar uma crescida, mas nada que fosse bonito. Com o passar dos anos fui parando de alisar com química, mas não largava pra nada o secador e chapinha, dai foi quebrando e ficando aquelas pontinhas espigadas sabe…

     

     

    2015 não era diferente, era pior… época auge da adolescência né, e eu queria sempre ficar bonita, passava chapa o tempo todo, se eu visse uma mecha um pouco enroladinha, já ligava a chapa e passava. Como pode ver nas fotos, meu cabelo não desenvolvia, não crescia. Pra mim, era a pior coisa, eu acho. Pois ao meu redor sempre tinha meninas com o cabelo grande, e eu com o cabelo crespo e curto… evitava sair para lugares que tinha piscina, pq não gostava dele natural pra nada; evitava sair em dias chuvosos pq o frio ia acabar deixando ele super alto. 

     

     

    Em 2016 eu ainda usava chapa, mas ela com menos frequência, todo final de semana eu lavava e passava chapa. Passei muito tempo sem alisar com química, só usava secador e chapa, mas detonava muito o meu cabelo, então não era bom. No dia 7 de Agosto de 2016 tudo mudou, pq eu sempre acompanhava a Ana Lidia, ainda mais por viver em Unai e já ter morado, e todo mundo de Unai falava “você acompanha a Ana Lidia?”, “deixa seu cabelo natural”, “segue as dicas da Ana Lídia”… e nesse dia 7 de agosto eu estava em Unai, foi quando eu vendo alguns vídeos da Ana Lídia, eu decidi do nada postar uma foto com o cabelo natural no Facebook, onde todo mundo comentou, falou pra eu não desistir e tudo mais.  

     

     

    Em dezembro de 2016 eu coloquei box braids (onde pra mim foi a fase que eu mais me senti bem comigo mesma, onde mais aproveitei e conseguia tirar fotos).  Coloquei as tranças no final de 2016 e tirei em Novembro de 2017… quase um ano depois (eu fazia manutenção de 2 em 2 meses/ 3 em 3, pq eu tinha muito medo de tirar as tranças, ficava insegura e tudo mais. Mas eu tive coragem pq falei “vou tirar só pra deixar meu cabelo respirar um pouco e pra hidratar”, pq as tranças resseca muito o cabelo com a falta de água. Mas eu consegui ser forte e tirar pra ver como meu cabelo ia ficar, pra ver se já tinha crescido, e cresceu bastante… todo mundo adorou e eu fui começando a aceitar, na verdade, ainda estou em fase de aceitação. E o mais legal de tudo é que não precisei fazer BC, pq meu cabelo não tinha mais química, eu apenas detonava muito com secador e chapa. 

    Agora essa sou eu em 2018! Graças a Deus eu vi que depender de química ou qualquer outra coisa, que me “rouba de mim”, que esconde minha verdadeira identidade, era perda de tempo. Mais feliz que nunca!!!!

     

     

    O que é autoestima pra você? Autoestima para mim é você se olhar no espelho e gostar do que vê, é se arrumar, não para os outros, e sim para você, e se achar linda e livre. Autoestima pra mim é muito mais que beleza exterior, é principalmente interior; se você estiver se sentindo bem consigo mesmo, tudo já está valendo. Autoestima pra mim é gostar do eu que há dentro de mim, é “me gostar” com todas as qualidades e defeitos, do jeitinho que Deus fez!

    O que mudou na sua vida depois que você se aceitou? Eu poderia dizer que quase tudo… antes eu tinha um certo preconceito com crespas/cacheadas (confesso), e agora não há beleza mais bonita, eu chego a nem achar cabelo liso bonito kkkk. Não só meu exterior mudou, mas o que há dentro de mim também… a forma de pensar, de agir, de ver as coisas; o estilo!

    ©2018 - Apenas Ana - Todos os direitos reservados // Design por Sara Silva