• Meus looks de Março: vamos nos inspirar?

  • #VoltandoAosCachos: Aparecida Nascimento Cesar

  • Como usar looks mais arrumadinhos sem salto?

  • Março 23, 2018 ----------- Voltando Aos Cachos

    Oi genteee! Sexta-feira é dia de post #VoltandoAosCachos, obaaaa! E hoje eu trouxe a história linda da leitora Aline Silva Santos, que me mandou seu depoimento por e-mail. Ela mora em Fazenda Rio Grande, no Paraná, e tem 27 anos. Pra continuar acompanhando a Aline, ela também tem Instagram. 🙂

    E se você quiser mandar seu depoimento pra mim também, é só acessar essa página e ver como fazer. Quero muito conhecer a sua história!

     

    Olá. Me chamo Aline tenho 27 anos e comecei minha transição aos 24 anos, fiquei aproximadamente 10 meses em transição e resolvi alisar meu cabelo novamente. Porém aquela “lisa” já não era mais eu, aquilo não me pertencia mais. Aos meus 10 anos de idade minha mãe começou a relaxar meu cabelo, pois comecei com um complexo de inferioridade muito grande, na escola ou em qualquer lugar onde eu iria as lisas eram sempre as primeiras a serem escolhidas, chamadas, olhadas. Me achava sempre horrível, e assim comecei a me esconder me reprimir e sempre tentando dar um jeito para que meu cabelo ficasse liso.

     

     

    Na minha adolescência sempre tinha algo surrando em meus ouvidos, que nunca ninguém iria me olhar, gostar de mim, namorar jamais, tudo por quê? Por que meu cabelo era “ruim”. Eu estava entrando em uma depressão. Mas minha mãe sempre me ajudando e me fazendo perceber que tudo aquilo era mentira e que eu sou linda do jeitinho que Deus me fez.

    Só que aí eu conheci a bendita progressiva, e me achava linda mas ainda havia um certo vazio em mim. Eu ficava sempre tentando a perfeição, as anteninhas que insistiam em ficar erguidas kkkk me irritavam profundamente. Ainda nesse processo de progressiva, aconteceu que eu fiquei um tempo sem retocar e meus cachos deram o ar da graça novamente mas eles estavam lindos, algo nasceu ali rsrs. É nesse meio tempo conheci o amor da minha vida, aquele que me olhou, gostou de mim, se apaixonou e…. Me pediu em namoro.

     

     

    Ele sempre pedia pra eu deixar meu cabelo natural, e eu insistia que não, com 3 anos e meio de namoro em outubro de 2010 nos casamos, e ele continuava me pedindo os cabelos naturais. Foi aí que me cansei completamente daquela escravidão de progressiva. Então em 1014 vendo muitos vídeo da Ana, me apaixonei e decidi entrar em transição, como já avia dito nessa primeira vez eu desisti, alisei novamente e me arrependi muito, pois eu havia ate cortado o cabelo para retirar as químicas. Mas Deus foi tão bom que saiu muito rápido a química que fiz novamente.

    Fiz meu Big chop no inicio de 2016 e hj…. Há hj já não sou a mesma pessoa, não mesmo. Hoje eu me amo, sim me amo cada dia mais. E tenho muito a agradecer a Deus por me enviar meu marido um anjo que me ajudou muuuito, a minha mãe que chorava junto comigo e sempre esteve ali, e é claro, Ana Lídia que foi mega útil nessa caminhada de transição é aceitação. Hoje sou eu mesma, na verdade sou quem eu ainda nem conhecia hahaha sou a menina dos olhos de Deus amada linda e abençoada!

     

     

    O que é autoestima pra mim?  É ser feliz comigo mesma, é me aceitar me amar me auto respeitar, e ajudar  a levantar a estima daquele que está precisando, por isso também escolhi minha profissão de cabeleireira, dou muitas dicas e sempre tento ajudar aquelas que estão se sentindo mal.

    O que mudou em minha vida depois que eu me aceitei? Completamente tudo, até meu relacionamento com meu marido, sou mais segura e vejo que ele tem muito orgulho. 

    1. Nicole Fernanda mar 24, 2018

      😱❤💋😘🌌✨😍😍😍❤.

    Apenas Ana (C) 2017 DESIGN POR SARA SILVA