• Como usar estampa de folhagens nos looks e na decoração

  • #VoltandoAosCachos: Neide Santos

  • #VoltandoAosCachos: Hanna Evangelista Silva

  • janeiro 19, 2018 ----------- Voltando Aos Cachos

    Oi genteee! Sexta-feira é dia do quê mesmo? De post #VoltandoAosCachos! 😀 Esse cantinho é todo de vocês, para compartilharem suas histórias, seus conhecimentos e seus pensamentos. Hoje, a Bélit Araújo veio dar seu depoimento sobre a sua transição. Espero que vocês gostem e também se identifiquem!

    E se você quiser mandar seu depoimento pra mim também, é só acessar essa página e ver como fazer. Quero muito conhecer a sua história!

     

    Bom, pra você entender melhor como eu fiz isso, devo te falar um pouco da minha história com meu cabelo. Eu alisei meu cabelo, a primeira vez, aos 14 anos por pressão psicológica. Eu me achei a diva (gatona do rolê kkkk). Desde então, a cada 6 meses eu repetia o processo de alisamento químico e todos os dias eu “pranchava” porque a raiz insistia em aparecer toda cacheadinha (abusada né? kkk). 

     

     

    Quando fiz 23 anos decidi parar com aquilo, já estava exausta de passar o dia em frente ao espelho queimando meu cabelo ou negar ir na piscina com os amigos, mas não tinha ninguém pra me falar como eu deveria cuidar do meu cabelo, nem se meu cabelo iria voltar, aliás, eu nem lembrava de como era meu cabelo.

    Na época eu pesquisei muito sobre isso, tentei achar alguém pra me ensinar sobre cabelo cacheado. Foi então que descobri que a primeira coisa que eu tinha que fazer era cuidar do meu cabelo, fazer muita hidratação, seguir um cronograma capilar pra deixa-lo forte, saudável e grande. Sim, grande! Ele deveria crescer até onde eu quisesse cortar, e foi isso que fiz. Quando a parte cacheada cresceu até os ombros eu cortei o máximo que pude, para tentar tirar a parte lisa. Depois descobri que isso se chama BC (big chop = grande corte). Essa foi a segunda coisa que fiz!

     

     

    Depois do BC os cachos foram aparecendo e tomando forma, mas ainda tinha algumas partes lisas e sem forma, algumas partes ressecadas e sem vida também eram visíveis. Percebi que os cuidados que eu tive na transição deveriam permanecer, então continuei com o cronograma capilar e associei a massagens no couro cabeludo (usei essa técnica também na transição), isso ajudou na circulação sanguínea e fez meu cabelo crescer mais rápido. Cuidei muito bem da minha franja com umectação, pois ela ainda estava muito fragilizada.

    Com todos esses cuidados e sempre cortando bem, o cabelo foi crescendo saudável e os cachos tomando sua forma. Hoje eu não me vejo mais de cabelo liso, essa é minha raiz, eu sou cacheada e amo meus cachos!

    O que é autoestima pra você? É ter o poder se sentir livre para ser feliz e inspirar outros (as).

    O que mudou na sua vida depois que você se aceitou? Tudo! Posso dizer que agora tenho a minha própria identidade e não vivo mais sobre pressão da sociedade e de mim mesma. Sou livre e feliz!

    1. Aparecida nascimento jan 22, 2018

      Que linda transformação! <3 AMEI

    Apenas Ana (C) 2017 DESIGN POR SARA SILVA