• Inspirações pra usar manga flare por aí!

  • #VoltandoAosCachos: Rayssa Gomes

  • 10 crianças crespas e cacheadas inspiradoras pra seguir no Instagram

  • setembro 29, 2017 ----------- Voltando Aos Cachos

    Sexta-feira é dia do depoimento de vocês aqui no blog! Hoje eu trouxe a história linda e corajosa da Roberta Victorino! A Roberta tem 28 anos e mora no Rio de Janeiro e foi ela mesma quem fez seu BC, acreditam? 😀 O post tá cheio de motivação e fotos de uma transição incrível que mudou o modo como a Roberta se vê. Espero que gostem tanto quanto eu! <3

     

     

     

    Bom, pra começar eu sempre tive cabelo muito volumoso desde quando era criança e sempre usei química no cabelo já desde bem nova, porque era um jeito de “disfarçar” aquele volume. Quando então entrei na adolescência além de usar relaxamento nos cabelos, comecei a fazer progressiva porque por mais que relaxasse meu cabelo eu nunca ficava satisfeita com ele. Sempre achava que estava cheio, que era enrolado demais na raiz, que estava armado. Enfim, o tempo foi passando e comecei a ficar cada vez mais escrava de químicas no meu cabelo, sempre alisando, escovando, pranchando, passava horas arrumando meu cabelo, tudo porque queria que meu cabelo ficasse perfeito. Gastava um absurdo só para que ele ficasse do jeito que eu queria, e assim foram anos alisando o cabelo, às vezes chegava ficar chateada quando meu cabelo não ficava do jeito que eu queria e me perguntava porque não tinha nascido de cabelo liso igual a todo mundo, rs, e isso às vezes me incomodava bastante.

     

     

    Um certo dia estava vendo uns vídeos no youtube a por acaso conheci o canal da Ana Lídia Lopes e assisti um vídeo dela fazendo o BC. Não sei por que mas fiquei muito impressionada ao assistir e conhecer sua história e ver tudo que passou. A partir daí começaram a vir vários questionamentos na minha cabeça, porque eu estava passando por um momento em que não sabia o que fazer com meu cabelo, pois estava enjoada de alisar, mas ao mesmo tempo não sabia se eu queria isso mesmo ou se eu deixava ele ficar cacheado. Então comecei a lembrar de tudo que ela havia dito, e é como se tivesse aberto minha mente. Depois disso comecei a me sentir mais encorajada, lembro que nesse mesmo dia decidi passar pela transição, mas acho que nem cheguei a passar pela transição porque fui fazer logo o BC direto. Lembro que eu mesma peguei a tesoura e comecei a cortar sozinha meu cabelo até ficar bem baixinho.

     

     

    Foi uma experiência bem estimulante e libertadora pra mim. Lembro que fiz meu bc no dia 23 de outubro de 2015, no início estranhei um pouco pois meu cabelo estava muito curto e foi um choque pra todos que me conheciam pois ninguém esperava por isso. Mas depois só tive comentários positivos, muitas amigas me deram força, super elogiaram minha atitude, até mesmo minha família me deu força, depois disso comecei a cuidar mais do meu cabelo e me dedicar mais a ele. Comecei a me sentir mais auto confiante com minha aparência e até mesmo servir de inspiração para algumas pessoas. É até engraçado pois sempre me param na rua para perguntar do meu cabelo e elogiar que é algo que nunca tinha me acontecido antes, mas é legal receber elogios pois melhora sua autoestima e bom saber que você pode inspirar outras pessoas e fazer a diferença e o mais importante é você se aceitar do jeito que você é.

     

     

    O que é autoestima pra você? A autoestima na verdade é você se sentir bem jeito que você é, não só por fora mas por dentro também, senão do que adianta você estar bem exteriormente, se no seu interior você não demonstra o mesmo. O seu interior e o seu exterior precisam caminhar juntos e estar em harmonia, temos que aprender a ser felizes com a nossa aparência e a se aceitar exatamente do jeito que somos. É claro que as vezes não estamos nós nossos melhores dias, mas não podemos deixar nos abater, a autoestima tem a haver com aceitação, amor próprio que é tudo que precisamos estar sempre cultivando dentro de nós.

     

    O que mudou na sua vida depois que você se aceitou? A partir do momento em que me aceitei, comecei a ver as coisas de uma forma diferente. Eu antes era insegura em relação a minha aparência, mas agora eu penso que eu não preciso ser igual  a ninguém para me sentir melhor pois sou maravilhosa do jeito que sou, pois sou única e autêntica. Se Deus me fez assim é porque ele tinha um motivo especial e com isso passei a ser mais segura com relação a minha aparência.

    E se você quiser mandar seu depoimento pra mim também, é só acessar essa página e ver como fazer. Quero muito conhecer a sua história!
    Apenas Ana (C) 2017 DESIGN POR SARA SILVA