• Minha rotina de cuidados com a pele | #AnaTodoDia 27

  • Um papo sobre cabelo curto cacheado/crespo | #AnaTodoDia 26

  • Autoaceitação: qual é o seu conflito interno? | #AnaTodoDia 25

  • junho 4, 2017 ----------- Vídeos Voltando Aos Cachos

    Se você já entrou em transição ou pensa em fazê-lo, é provável que tenha passado pela sua cabecinha aderir as amadas&odiadas box braids, ein amiga!? Quase certeza que sim! Pelo menos foi assim comigo.

    Logo quando comecei a entender que estava entrando nessa fase capilar (eu nem sabia o nome ainda!) vi em vários blogs a sugestão de aderir essas tranças, conhecidas também como “rastafaris“. Acontece que por preconceito da minha parte -que demorei para assumir, inclusive- fui adiando. BUT why, preconceito com tranças!? Pois é! Cresci (crescemos)  em uma sociedade com padrões de beleza impostos de forma tão “disfarçada” que qualquer estilo (seja de roupa, cabelo, whatever) que tivesse alguma influência da negritude (sou negra, inclusive!) me fazia relacionar ao feio, e não bastanto, como eu ainda me importava muito com a minha imagem diante das outras pessoas, tinha um medo ridículo de ser criticada.

    Os meses de transição passaram, acabei, consequentemente, conhecendo muito melhor ao meu cabelo: provei todos tipos de produtos(dos mais caros aos mais baratos), coisas que são consideradas como comida também -quem sempre-! Cortei, deixei crescer, cortei denovo, pintei de chocolate(mas ficou ruivo), pintei de preto, ficou muito escuro, pintei de castanho, me irritei, cortei, ficou seco demais, cortei outra vez e assim por diante (eu não tenho pena, pra mim cabelo cresce, e aprendi depois de tantos perrengues com meus fios-lisos, andulados ou cacheados- que sou LIVRE para fazer o que melhor me parece no momento -mesmo que uns segundos após bata aquele arrependimento, mas pelo menos eu fiz, né nóm?!). E agora, depois de um ano de BC me senti à vontade o suficiente para tentar algo novo. Mas ok, Letícia, como foi que aconteceu o babado!? Assim ó:

    1. Ideia:Minha primeira ideia foi buscar uma trançadeira, mas aqui onde moro (Espanha) é um pouco difícil de encontrar pessoas que façam do nosso estilo, e quando acha é um pouco cara. Procurei mais e vi que as tranças de Kanakelon (material usado naquelas que são mais tradicionais, com um aspecto mais sintético mesmo) pesam um pouco (e eu sou muito desastrada e agoniada!). Foi ai que lembrei  que já tinha visto algumas meninas com tranças de maiores espressuras e fui procurar o material usado, preço e “peso”. Eis que: TARAN! Depois de ver uns 5 vídeos no Youtube sobre BOXBRAIDS DE LÃ resolvo pedir pra que minha avó tentasse fazer em mim. A amada aceitou, viu os vídeos e um dia antes de tentar fazer as fixas fez uma de teste. Nós ficamos bem empolgadas porque aparentemente seria rápido. Hahaha! Jamé! Eu tenho muitooooooo cabelo, e trançar todos esses fios durou NOVE HORAS. Pois é! Mas não se assustem! Entre essas horas nós conversamos, vimos séries, paramos pra almoçar, pra jantar (sem falar que foi a primeira vez da minha vó trançando), ou seja, na realidade, com alguém que já está acostumado/a e sem parar, acredito que o tempo estimado gire entre 4 a 5 horas.

    2. Material: Para o meu cabelo, usei 5 rolos de lã, cada uma compradas por 2 Euros(aproximadamente 7 reais -não sei quanto custa um rolo no Brasil, mas certeza que mesmo sendo mais caro, sai muito mais barato do que com Kanakelon!), para prender as pontas, 6 metros de elástico da mesma cor da lã escolhida  (dá pra entender os passos melhor no vídeo que postei).

    3. Sensação: No primeiro dia fui dormir com o pescoço doendo, mas nada inacreditável, eu já esperava que fosse asim (principalmente depois de nove horas!), os 3 dias que seguiram, não vou mentir, me senti um pouco estranha com os olhares que recebia ao andar na rua. Porém, depois de uma semana já estava super de bem comigo, me amando muito, desejando ter as tranças for & ever, HAHAHA. TÔ AMANDO! E me achando, maybe.

    PLUS: não estraga o cabelo cacheado, pelo contrário! Quaisquer dúvida só procurar no Google, você vai achar uma infinidade de sites que explicam tu-di-nho com mais detalhes do que eu posso oferecer.

    Bendito seja o dia que decidi me aceitar do meu jeitinho e me permitir a viver tudo que quero!

    Espero do fundo do meu core que esse post tenha ajudado vocês a tomar coragem para fazer o que for, e claro, a economizar váriox dinheirinhos na hora de mudar o look.  Por hoje é isso beninax!!! Qualquer dúvida só mandar!

    Cheia de amor pra dar,

    Letícia Ramos.

    Instagram: https://www.instagram.com/leticiarszz/

    Facebook: https://www.facebook.com/leticiarsz

    1. Aparecida jun 05, 2017

      Oi Letícia! Amei seu post! Infelizmente muita gente tem preconceito com as tranças. Mas fica super lindo! Cê está arrasando💙

      Blog Cida Cachos

    2. Kahena jun 05, 2017

      Esse post veio como uma luva. Há bastante tempo eu queria fazer mas a grana ta pouca. E fazer em casa vai ser muito, muito mais barato 😀 Beijos

    3. Kelly Boldrini jun 05, 2017

      Amo de paixão as box braids! Assim q fiz o meu BC coloquei e dps coloquei de novo, eu simplesmente amei! Além de crescer o cabelo mais rápido ficam lindas e dão a maior levantada na autoestima (pelo menos na minha rsrs)! Por isso q vou colocar denovo

    Apenas Ana (C) 2017 DESIGN POR SARA SILVA